/* */

Conheça as vantagens do Minoxidil Sublingual!

A calvície é um problema que atinge homens e mulheres.

Apesar de ser uma condição difícil de lidar já que mexe com a autoestima e autoconfiança do indivíduo, existem tratamentos bons.

Um deles é o uso de Minoxidil. Nesse caso, pode ser o de versão tópica ou oral.

Mas, agora, há também a versão sublingual. Você sabia disso? Não?

Então, acompanha a leitura deste artigo para entender TUDO sobre essa novidade!

Tudo sobre o Inibidor de DHT da Foligain: funciona? Vale a pena?

Tudo que você precisa saber sobre Minoxidil

Minoxidil: o que é e como funciona?

Você já ouviu falar em Minoxidil? Provavelmente sim, né? Essa é uma substância bem popular entre homens que desejam preencher falhas nas barbas ou nas sobrancelhas.

Mas, para além dessa função, o Minoxidil também é indicado para calvícies de homens e mulheres.

A popularidade dessa substância é decorrente dos benefícios que são prometidos para interromper o problema da queda capilar e para o desenvolvimento dos fios.

Tais ações são as principais do Minoxidil visto que esta é uma solução vasodilatadora e, com isso, estimulante.

Isso, então, significa que o Minoxidil estimula a circulação sanguínea do couro cabeludo – ou de outra região.

Assim, o aumento do fluxo de sangue na região capilar faz com que os folículos de cabelo dilatem e, consequentemente, prolonguem a fase de crescimento dos fios, a anágena.

Tipos de Minoxidil

Embora seja uma substância bem popular entre homens e mulheres, o tipo de Minoxidil mais conhecido é o tópico que, por sua vez, caracteriza-se pela aplicação direta na região capilar.

No entanto, a comunidade cientifica, de uns anos para cá, tem mostrado versões bem promissoras, como o Minoxidil Oral e o Minoxidil Sublingual.

Minoxidil Oral

Muito se engana quem acha que o Minoxidil Oral é um medicamento recente.

Na realidade, ele passou a ser utilizado no final da década de 70 para tratamento da pressão arterial.

Foi assim que os pacientes começaram a notar que tal remédio fazia os pelos do corpo aumentarem.

Dessa maneira, o Minoxidil passou a ser usado de forma tópica.

No entanto, há uns anos, um dermatologista da Austrália publicou um estudo sobre o Minoxidil Oral com 100 mulheres com calvície.

Ele, então, notou que a maioria apresentou melhora na queda e densidade dos fios.

Proporcionalmente à isso, Rodney Sinclair também observou o aparecimento dos efeitos colaterais do Minoxidil comprimido.

As principais reações relatadas corresponderam a:

  • Aumento de pelos na face
  • Urticária
  • Hipotensão postural

Além disso, o Dr. Paulo Muller, dermatologista que tem um canal no Youtube, também ressaltou os resultados de um estudo que ele e mais três pesquisadores brasileiros avaliaram os efeitos do Minoxidil Oral.

Foi assim que os cientistas repararam em:

  • Dores de cabeça
  • Inchaço
  • Insônia
  • Sensação de tontura
  • Coração acelerado
  • Aumento dos pelos em pelo menos uma região do corpo

Apesar da possibilidade do aparecimento dessas reações adversas, elas costumam ser leves e transitórias.

Sendo assim, não costumam levar os pacientes à precisão de parar o tratamento.

Minoxidil Sublingual

Apesar da existência e da eficácia do Minoxidil Oral, os cientistas não param de investigar e analisar novos meios de tratamento para calvície que sejam menos prejudiciais ao corpo.

Diante disso, então, surgiu o Minoxidil Sublingual: novidade que promete revolucionar o segmento.

Esse tipo de Minoxidil comprimido chama atenção, principalmente, pela possibilidade reduzida do aparecimento de efeitos colaterais.

Isso porque a forma sublingual apresenta uma absorção direta da substância em questão e, por isso, não circula por toda a corrente sanguínea humana.

Minoxidil tópico

O Minoxidil tópico pode ser encontrado tanto na versão loção quanto em espuma.

Embora ambas sejam seguras e eficientes contra a calvície e queda, a versão espuma possui uma fórmula livre de propilenoglicol que garante menos efeitos colaterais desagradáveis.

Por exemplo, oleosidade excessiva, irritações e coceiras, que são comuns entre os consumidores de Minoxidil com peles mais sensíveis.

Tanto o Minoxidil espuma quanto o loção são indicados também para as mulheres. A diferença está apenas no modo de uso.

Enquanto o uso do Minoxidil loção é recomendado para elas apenas uma vez ao dia (na versão mais concentrada, de 5%), a versão espuma já deve ser utilizada duas vezes ao dia (na versão de 2%).

Embora o Minoxidil Oral e Sublingual sejam cada vez mais recomendados pelos especialistas, o Minoxidil tópico continua sendo o mais utilizado entre os homens e mulheres.

Minoxidil Oral vs. Minoxidil Sublingual: qual a diferença?

Tanto o Minoxidil Oral quanto o Minoxidil Sublingual apresentam eficácia para tratar a calvície em homens e mulheres.

Mas, apesar disso, ambas os produtos contêm diferenças: a primeira delas está relacionada à absorção da substância pelo corpo.

O Minoxidil Oral é, assim como qualquer remédio, consumido por via oral, como o nome indica.

Isso faz com que haja uma metabolização do medicamento e transforme em uma nota substância: o Sulfato de Minoxidil. Esta estimula a raiz do cabelo o que faz os fios crescerem.

Para além disso, o Sulfato de Minoxidil é capaz de aumentar a dilatação dos vasos sanguíneos e, consequentemente, do fluxo de sangue.

O Minoxidil Sublingual também é metabolizado, mas de forma diferente: essa metabolização acontece de forma periférica.

Essa principal distinção faz com que aconteça a segunda diferenciação entre o Minoxidil Oral e o Minoxidil Sublingual: o risco do aparecimento de efeitos colaterais no uso do Sublingual é ainda menor já que a substância não fica “passeando” pelo corpo de forma geral.

Minoxidil Sublingual: funciona?

Diante das considerações realizadas nesse artigo, pode-se dizer que o Minoxidil comprimido funciona de maneira sublingual.

Apesar disso, esse método ainda é uma novidade que apresenta estudos prematuros. Portanto, mais pesquisas deverão ser feitas para comprovação cientifica.

Você já tinha ouvido falar em Minoxidil Sublingual?

O que você espera dessa novidade?

Minoxidil em comprimido funciona?

Fontes: [1] [2] [3]

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.