/* */

Se tomar creatina o cabelo cai? Será mesmo?

Se você é uma pessoa que gosta de fazer atividade física, então, sabe que gostamos de notar diferenças em nosso corpo após um período de treinos.

Essas mudanças, no entanto, nem sempre são tão rápidas e, por isso, muitas pessoas recorrem ao uso de suplementos, como a creatina, para acelerar o processo de evolução nos treinos.

Mas será que a creatina faz cair cabelo? Essa é uma pergunta bem interessante!

Você quer saber mais sobre esse assunto? Se sim, basta ler este artigo para saber mais!

Tudo sobre o Inibidor de DHT da Foligain: funciona? Vale a pena?

Tudo sobre creatina

Creatina: o que é?

Como um frequentador assíduo de academia ou esportista, você já deve ter ouvido falar em creatina. Mas você sabe o que, de fato, é essa substância? Não?

Não tem problema, pois explicaremos tudo da melhor forma possível. Vamos lá?

A creatina é uma molécula construída por aminoácidos e produzida naturalmente no corpo humano por alguns órgãos tais quais o fígado, os rins e, em menor quantidade, o pâncreas.

Apesar disso, podemos suplementar essa substância por meio da alimentação ou em pó.

Para que serve Creatina?

Por ser uma substância formada por aminoácidos, podemos dizer que os suplementos de Creatina estão diretamente atrelados à questão energética.

Inclusive, tal característica é o que faz a creatina ser tão popular entre atletas de alta intensidade e frequentadores de academias.

Isso porque a creatina serve, especialmente, para fornecer energia aos músculos.

Sendo assim, as fibras musculares se desenvolvem melhor o que contribui no ganha da massa muscular.

Além disso, a creatina também ajuda na melhora de desempenhos físicos e na recuperação muscular.

O fato de ajudar na recuperação dos músculos após atividades físicas faz com que a creatina seja uma substância que contribui para a diminuição e os riscos de se machucar gravemente.

Por isso, mais que atletas, a creatina também pode ser recomendada para alguns idosos.

Como tomar creatina?

Apesar do que muitas pessoas pensam, não existe um horário padrão para tomar a creatina visto que pode ser uma aliada antes ou depois dos treinos.

Tal substância em questão contribui, no pré-treino, para fornecer mais energia ao atleta que, assim, vai aumentar o volume do exercício.

Assim, o desempenho físico do esportista melhora sob efeito dessa substância.

Após a atividade física, a creatina, por sua vez, ajuda a melhorar e acelerar a recuperação dos músculos.

Não importa a ordem, a creatina deverá ser diluída com água ou outro líquido (suco, vitamina e etc).

O que importa, verdadeiramente, é o seu objetivo na hora de tomar a creatina. Para alinhar o consumo à isso, procure ajuda nutricional já que este profissional avaliará o seu perfil.

Efeitos colaterais da creatina

A creatina é uma substância naturalmente produzida pelo organismo humano, como já citamos anteriormente.

Por isso, ela não costuma estar associada ao aparecimento de efeitos colaterais bem como reações adversas. Isso, claro, em doses suficientes e regulares.

A suplementação de creatina, em excesso, pode, sim, provocar alguns efeitos no corpo: o acumulo pode gerar sobrecarga nos rios e causar desconforto na região estomacal.

Além disso, câimbras, tonturas, diarreias e aumento de pressão arterial também podem acontecer.

Esses danos foram percebidos, principalmente, em pessoas que não seguem uma rotina de alimentação saudável seja de forma diária ou frequente.

Mais que esses danos, também já notamos que muitas pessoas questionam se a creatina causa queda de cabelo: Será ou não?

Creatina faz cair cabelo: mito ou verdade?

Embora a creatina seja uma substância bem popular entre os atletas de alta intensidade e pessoas que visitam academias, ainda faltam informações totalmente afirmativas bem importantes. Uma delas é em relação à ela e a uma possível queda de cabelo.

Isso acontece porque as fontes que achamos nos mostraram e nos deram panoramas bem contraditórios: o vídeo do Dr. Paulo Miller Dermatologista sobre “creatina e queda de cabelo” abordou sobre essa possível relação baseada, inclusive, em um estudo realizado.

De acordo com a pesquisa, cientistas analisaram que os níveis de di-hidrotestosterona (DHT) aumentaram em jovens atletas que fizeram uso de creatina por um curto intervalo de tempo.

Esse hormônio é responsável pelo afinamento e quebra de cabelo que leva à queda dos fios.

Apesar dessa relação ter dado positiva, o dermatologista afirmou que não se pode dar tanta certeza nesse assunto.

Isso porque, segundo ele, a pesquisa levou em consideração um curto período de tempo o que, de alguma forma, não poderia nos dar um panorama a longo prazo.

Para além desses tudo, encontramos um artigo escrito pela Clínica Constantino: o texto aborda que a creatina em excesso pode interromper a chegada de nutrientes e vitaminas nos folículos capilares.

A carente dessas substâncias faria com que os fios de cabelo ficassem fracos e cairiam.

Diante dessa contradição de informações expostas por profissionais de saúde, não podemos afirmar totalmente se a cretina é um dos suplementos que causam queda de cabelo.

O que podemos fazer é estimular você, nosso leitor, a procurar orientação nutricional antes do uso. Assim, você pode certificar-se e sanar algumas questões.

Uma delas, inclusive, é perguntar se quem tem queda de cabelo pode tomar creatina visto que o nutricionista é o mais indicado para substituir ou suspender tal uso caso não possa.

Você usa creatina?

Já notou se a creatina faz cair cabelo?

3 Maneiras de AUMENTAR os efeitos do tratamento para calvície

Fontes: [1] [2] [3]

Compartilhe

Share on facebook
Facebook
Share on whatsapp
WhatsApp
Share on twitter
Twitter

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.